Portal Oficial do Governo da República de Angola
Governo

Ali Bongo informado sobre política angolana

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, enviou uma mensagem ao homólogo gabonês e presidente em exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo Ondimba.
A mensagem foi entregue, na segunda-feira 30, em Lomé, pelo Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, que representou o Chefe de Estado na Cimeira conjunta entre a CEEAC e a CEDEAO, decorrida na capital togolesa.

Segundo o secretário de Estado para a Cooperação do Ministério das Relações Exteriores, Domingos Vieira Lopes, durante a audiência, o Vice-Presidente informou Ali Bongo sobre a actual situação política em Angola, com realce para o congresso extraordinário do partido governante, a ser realizado em Setembro, e a preparação do processo de implementação das autarquias, previstas para 2020.

Ali Bongo aproveitou a oportunidade para falar sobre como o processo autárquico foi desenrolado no seu país. “Deu alguns conselhos que, naturalmente, o Vice-Presidente vai reter”, disse Domingos Vieira Lopes.

Sobre a Declaração de Lomé, adoptada na segunda-feira pelos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO e CEEAC, Domingos Vieira Lopes disse que a mesma aborda todos os aspectos ligados à luta contra o terrorismo e o extremismo violento, bem como quais devem ser as atitudes dos países, principalmente no que diz respeito à educação das populações, na medida em que aí reside a penetração daqueles que pretendem lançar-se no terrorismo.

O secretário de Estado para a Cooperação do Ministério das Relações Exteriores adiantou que maior atenção dos Estados da CEEAC e CEDEAO deve ser dada à juventude e aos camponeses, por serem os sectores mais vulneráveis e susceptíveis a abraçar o terrorismo.

O Vice-Presidente da República deixou esta quarta-feira 1, Lomé, onde se encontrava desde domingo 29.

Jornal de Angola