Portal Oficial do Governo da República de Angola
Governo

Chefe de Estado exige mais atenção no combate aos crimes

O Chefe de Estado, João Lourenço, exigiu nesta quinta-feira 2, em Luanda, mais atenção no combate aos crimes contra as pessoas e o património público, que vêm crescendo no país.
O Titular do Poder Executivo, que falava no acto de posse do comandante-geral da Polícia Nacional, comissário-geral Paulo de Almeida, ordenou o combate ao crime organizado.

No mesmo acto em que também foi empossado o 2º comandante da corporação, António Pedro Joaquim, o Presidente da República afirmou que em consequência destes crimes “tudo se rouba e se destrói” e o Estado deve estar à altura de defender o património público.

Segundo o Presidente, a criminalidade no país é um fenómeno que cresce dia-a-dia, razão pela qual defendeu a implementação de acções de combate.

Antes do empossamento, João Lourenço, na condição de Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas (FAA), graduou, por inerência de funções, o novo comandante-geral da Polícia Nacional, Paulo de Almeida, ao grau de comissário-geral.

Paulo de Almeida substitui no cargo Alfredo Eduardo Manuel Mingas, exonerado a seu pedido.

Angop